O que é CI/CD?

A CI/CD usa automação avançada para acelerar o desenvolvimento e a entrega de software.

Na maioria dos casos, o desenvolvimento de um aplicativo de negócios é uma tarefa árdua e demorada. Isso se deve, em parte, ao processo de desenvolvimento e entrega de aplicativos. Desde a fase conceitual anterior ao design, em que os aplicativos são levados de um resumo inicial a uma estratégia viável, até as fases de design e desenvolvimento e, finalmente, as fases de implementação e suporte, há muitas etapas e tarefas envolvidas no lançamento de um aplicativo. De fato, dependendo do aplicativo e dos recursos de desenvolvimento de um negócio, a criação e o lançamento de um novo software podem levar nove meses ou mais.

A CI/CD tem como objetivo mudar tudo isso.

CI/CD é uma abordagem de entrega de aplicativos que integra a automação às fases de desenvolvimento de aplicativos. CI/CD significa integração contínua/entrega ou implantação contínua e se desenvolveu com base em práticas de desenvolvimento ágil destinadas a reduzir o tempo de desenvolvimento de aplicativos e aumentar o número de versões. CI/CD é um termo abrangente que inclui um conjunto de princípios e práticas operacionais que capacitam as equipes de DevOps a implementar mudanças de código em aplicativos de forma mais rápida e fácil.

Juntas, a CI e a CD produzem um sistema em que os desenvolvedores podem contar com um alto nível de automação e monitoramento para aprimorar o desenvolvimento de aplicativos.

Gráfico que mostra o que a CICD envolve.

Quando usada corretamente e respaldada pelas ferramentas certas, a CI/CD é um processo confiável para colocar produtos de software no mercado rapidamente e, ao mesmo tempo, implementar novos recursos e correções com facilidade e regularidade. Mas, além desses benefícios óbvios, a CI/CD oferece outras vantagens que muitas vezes são negligenciadas, como estas:

A CI/CD ajuda você a criar uma equipe desejável da qual os desenvolvedores querem participar

Os desenvolvedores de software qualificados estão em uma demanda cada vez mais alta e isso significa que você enfrenta uma concorrência acirrada ao convencê-los a se juntar à sua organização. E, embora os altos salários e os grandes benefícios sejam sempre bons fatores, o que muitos desenvolvedores querem é fazer parte de uma grande equipe. E há muitas métricas diferentes que os desenvolvedores consideram.

Uma metodologia funcional de CI/CD mostra aos possíveis contratados que você está dedicado a apoiá-los e que tem as ferramentas e os processos certos em vigor para promover uma melhor experiência de trabalho com menos obstáculos de desenvolvimento.

A CI/CD aprimora a colaboração

A comunicação e a colaboração eficazes em grandes equipes sempre podem ser difíceis. Essa dificuldade aumenta com a complexidade da tarefa que a equipe está tentando realizar. Infelizmente, o desenvolvimento de software pode ser uma tarefa muito complexa.

A CI/CD elimina grande parte dessa complexidade, automatizando muitas responsabilidades e permitindo que os desenvolvedores se concentrem em suas tarefas individuais. A integração contínua em um repositório compartilhado de controle de versões ajuda a garantir que, conforme os indivíduos da equipe fazem seu trabalho designado, a estrutura e a função gerais do aplicativo continuem sólidas.

A CI/CD maximiza a confiabilidade, a automação e a eficiência

A natureza contínua da CI/CD significa mais aplicativos e correções de aplicativos, entregues mais rapidamente. Mas a CI/CD não oferece uma quantidade aprimorada à custa da qualidade; as ferramentas automatizadas sempre testam novas mudanças de código, garantindo a funcionalidade desejada antes de enviar as mudanças para produção ou implantação.

As ferramentas de detecção e isolamento de falhas identificam as causas raiz de quaisquer erros. Os testes de confiabilidade contínua se concentram em snapshots de código à medida que eles são introduzidos no sistema. Os defeitos que não são críticos são tratados à medida que surgem, o que reduz a lista de pendências da sua equipe. O resultado final é uma abordagem automatizada que permite que os desenvolvedores produzam soluções de software mais completas por um custo menor e em menos tempo.

A CI (Continuous Integration, integração contínua) descreve a forma como as equipes de desenvolvimento implementam e testam regularmente pequenas mudanças incrementais de código que, em seguida, são mescladas em um repositório compartilhado de controle de versões. Então, esses "checkins" são verificados por uma criação automatizada para que qualquer problema com o código possa ser identificado e resolvido rapidamente. A CI permite que as equipes de desenvolvedores trabalhem simultaneamente no mesmo aplicativo sem criar conflitos.

Estas são algumas habilidades e caraterísticas da integração contínua:

Sinalizadores de recursos

Uma vantagem da integração contínua é que as mudanças são implementadas automaticamente e regularmente. No entanto, talvez você não queira que todas as mudanças sejam instantaneamente visíveis para seus usuários, como mudanças incompletas que ainda não estão prontas para implantação.

Os sinalizadores de recursos (também chamados de alternâncias de recursos, opções de recursos, controles de recursos etc.) permitem que os desenvolvedores controlem o acesso ao código. Por exemplo, um sinalizador de recurso pode ser usado para marcar quais novas linhas de código estão prontas para teste. O uso de sinalizadores de recursos para gerenciar mudanças incompletas ajuda a minimizar o risco de rollback.

Testes automatizados confiáveis

A integração contínua é potencializada por testes automatizados. Ao automatizar testes, os desenvolvedores podem fazer mudanças de código mais cedo e com mais regularidade para aumentar a qualidade sem retardar o processo de desenvolvimento.

Os testes automatizados confiáveis são uma proteção contra mudanças de código que, de outro modo, podem prejudicar a funcionalidade. Como um bônus adicional, os relatórios de cobertura de teste gerados automaticamente podem ajudar você a avaliar seus testes para aprimorar a eficácia.

Priorização de reparos

O código de aplicativos e software pode ser muito complicado e extremamente complexos; por isso, não é surpresa alguma quando ele ocasionalmente apresenta problemas. A parte difícil é saber quais problemas têm prioridade mais alta e quais podem ser relegados para listas de pendências posteriores. Infelizmente, como os reparos são reacionários em vez de preventivos, muitas vezes, não há muito tempo para tomar essa decisão.

As ferramentas automatizadas de CI podem ajudar você a identificar problemas mais rapidamente e designar automaticamente as correções de prioridade mais alta, para que você possa resolver os problemas mais críticos mais rapidamente.

A CD (Continuous Deployment/Delivery, implantação/entrega contínua) implanta o desenvolvimento contínuo de código automaticamente onde ele precisa estar (independentemente de isso significar o envio dele para produção, desenvolvimento ou teste, ou diretamente para os usuários). Em outras palavras, as mudanças feitas em seu código são implantadas em um ambiente de produção.

Implantação contínua x entrega contínua

Antes de avançar mais, vale a pena observar que, embora a CD seja usada para descrever a entrega contínua e a implantação contínua, os dois termos não são exatamente sinônimos. Aqui, nós explicamos as semelhanças, as diferenças e os benefícios de cada uma delas:

Implantação contínua
Na implantação contínua, à medida que os desenvolvedores criam e testam aplicativos com sucesso e fazem mudanças contínuas nos aplicativos, esses aplicativos e essas atualizações são automaticamente entregues ao UAT (User Acceptance Testing, teste de aceitação do usuário). O código é testado em relação a todos os aspectos da funcionalidade e, se for aprovado, a versão funcional do aplicativo é enviada automaticamente para produção.

Isso ocorre sem a necessidade de um ciclo de aprovação, o que significa que os desenvolvedores precisarão garantir que seu site de teste seja eficaz e confiável. A vantagem é que as equipes podem implantar vários aplicativos ou atualizações em um período muito curto e com o mínimo de ação manual.

Entrega contínua
A entrega contínua é semelhante à implantação contínua, com a exceção de que, assim que o aplicativo é validado no UAT, ele ainda precisa esperar que a equipe de desenvolvimento acione a implantação manualmente. Isso permite que os desenvolvedores implementem feedback e façam correções contínuas, apenas liberando o produto final quando eles acharem que ele está totalmente pronto. A entrega contínua precisa considerar os tempos de implantação e revisão manuais.

Implantação contínua x entrega contínua

A entrega contínua possibilita a entrega rápida, sustentável e confiável do software no produto final. Mas, para isso, você deve estar familiarizado com os princípios fundamentais da CD. Os seguintes padrões ajudarão a aproveitar ao máximo suas iniciativas de CD:

Implantações pequenas e frequentes

Um dos motivos pelos quais a entrega contínua geralmente é combinada com a integração contínua é que ela permite fazer muitas mudanças pequenas e contínuas, sem ter que se preocupar com a qualidade das mudanças. Em vez de esperar para implantar muitas mudanças de uma só vez e arriscar a possibilidade de uma mudança problemática que força um rollback das mudanças que funcionam, use lotes pequenos e contínuos respaldadas pela CI.

Automação de tarefas repetitivas

Em um mundo perfeito, todas as tarefas manuais repetidas seriam automatizadas, especialmente quando se trata de TI e engenharia. A CD leva essa máxima à risca e utiliza a automação de modo generalizado. Isso aumenta a sustentabilidade e permite que os desenvolvedores se concentrem em outros aspectos que exigem um uso mais intenso de esforço mental, como o aprimoramento e a simplificação do processo em si.

Melhoria contínua

A CD é um processo contínuo. E pode ser que, à medida que você começar a usá-la, terá muito espaço para fazer melhorias. Meça seus resultados, identifique possíveis obstáculos e comece com os mais simples primeiro. Existem áreas em que você está gastando tempo realizando tarefas manualmente? Automatize esses processos. Seu ambiente de teste é uma cópia ineficaz das condições reais? Atualize-o com implantações e serviços reais. À medida que você fizer melhorias continuamente, suas implantações se tornarão mais rotineiras.

Responsabilidade compartilhada

Nos modelos tradicionais, os diferentes departamentos se concentram apenas em suas próprias responsabilidades e, muitas vezes, seus objetivos são desalinhados. Ao tornar a implantação uma responsabilidade compartilhada de toda a equipe, a CD garante que todos estejam trabalhando para oferecer um pipeline de entrega mais rápido, confiável e eficaz.

A CI/CD permite que você entregue códigos e aplicativos em alta velocidade e praticamente sem erros. Assim, a CI/CD se tornou parte de várias abordagens, sistemas e ferramentas. Um exemplo disso é a forma como a CI/CD funciona na metodologia DevOps de desenvolvimento e entrega de software.

"DevOps" (uma combinação dos termos desenvolvimento de software e operações de tecnologia) descreve uma prática em que funções como TI, desenvolvimento, segurança e engenharia de qualidade trabalham juntas para produzir um melhor produto final e uma experiência do cliente aprimorada. O DevOps é parcialmente baseado na metodologia de desenvolvimento de software Agile e foi projetado para reduzir o ciclo de vida de desenvolvimento e oferecer entrega contínua de software de alta qualidade.

A CI/CD é um complemento natural do DevOps. Os pipelines de CI/CD permitem que os desenvolvedores enviem mudanças mais rapidamente e, ao mesmo tempo, garantem a estabilidade dos aplicativos. Implementada corretamente, a CI/CD pode causar um grande impacto positivo sobre os KPIs de DevOps, incluindo frequência de implantação, tempo de execução das mudanças e tempo médio para recuperação de incidentes possivelmente prejudiciais.

Embora a abordagem de CI/CD seja exclusiva de organizações, ferramentas e projetos específicos, um fluxo de trabalho comum de CI/CD pode seguir estas etapas:

  1. Crie um pipeline de CI/CD. Isso precisará abordar as especificações executáveis de cada etapa que os desenvolvedores precisarão seguir para oferecer soluções de software completas. Um pipeline simplificado de CI/CD provavelmente incluirá etapas para aquisição, criação, teste e implantação de software.
  2. Automatize o Pipeline de CI/CD. Conecte o pipeline aos seus sistemas de controle de versão e
    controle de origem. Incorpore o fluxo de trabalho para automatizar as etapas no pipeline de CI/CD.

Pipeline de CI/CD

A CI/CD pode revolucionar a forma como você desenvolve e atualiza aplicativos de software para seu negócio; mas, aqui, abordamos apenas elementos básicos. Para saber mais sobre CI/CD e o que ela pode fazer por você, acesse os seguintes recursos:

Habilidades que crescem junto com seu negócio

A Now Platform inclui habilidades essenciais que permitem digitalizar fluxos de trabalho de forma rápida e eficiente e executá-los em escala.